Nashville e Menphis, da essência da Country Music à lenda do Rock’n Roll.

Quando partimos de Atlanta, seguimos além pelo interior dos Estados Unidos, em  terras distantes e pouco visitadas por viajantes brasileiros. Nosso destino inicial era a cidade de Nashville, no estado do Tennessee, apelidada de cidade da música por ser um centro importante da indústria discográfica. Já pelas estradas a paisagem vai se transformando gradativamente, montanhas e vales cortados por rios já fazem parte do cenário.  As rodovias interestaduais americanas continuam dando um show de qualidade e sinalização. Acho que as estradas americanas é o que mais tem chamado a nossa atenção, pois além da qualidade, nem  mesmo se paga pedágio. Como eles conseguem isso ? É simples, o dinheiro pago pelos impostos são investidos, de fato, na construção de estradas de boa qualidade. Infelizmente não são como nossas estradas federais.

    

     

    

   

Viajamos mais algumas horas e já avistamos a cidade,  cortada pelo rio Cumberland e também os edifícios do centro financeiro de Nashville. A cidade tem cerca de 600 mil habitantes, é a segunda maior do Estado, ficando atrás apenas de Menphis. Nossa primeira parada foi no Capitólio do Estado, uma construção em estilo Neoclássico, que relembra a arquitetura grega, e no seu interior há estátuas de personagens renomados da história do Estado.  Nashville é muito simpática e bem cuidada, difícil ver alguma sujeira nas ruas e os jardins com tulipas coloridas no Fame Park, parecem pinturas. Em frente a este mesmo parque está o notável Studio B, também conhecido como Hall e Museu da Country Music. Na fachada do estúdio, as curvas e um teclado  desenhados no concreto representam um gigantesco piano que emoldura o alto pé direito, sendo que toda a parte frontal é de vidro, mostrando parte do interior do estúdio.  Pagamos cerca de 30 dólares e entramos neste universo fantástico da música country.

   

    

Logo na entrada, no lobby, um cara simpático segura uma guitarra solando músicas lendárias, é David Andersen, conhecido na região como o embaixador da música. Ainda no térreo, há uma loja onde os mais apaixonados pelo estilo musical podem comprar de tudo, desde discos antigos de vinil às fivelas e camisas legítimas que fariam bastante sucesso na festa do peão em Barretos, no interior de São Paulo. Entramos de fato no Studio, a visita tem início nos andares superiores e pelos longos corredores você conhece toda a evolução do country, desde instrumentos, cantores e vestimentas usadas por eles. Algumas figuras estão em destaques como  Willie Nelson, Dolly Parton e Elvis Presley. Outra dezena de cantores, não tão conhecidos fora dos Estados Unidos, também faz parte da exposição.

   

   

   

Vamos percorrendo os andares, impressionados com toda memória deste gênero musical que explodiu nas rádios em décadas passadas. Os equipamentos originais ainda estão lá, simplesmente fantástico,  voltar ao passado tecnológico e musical sem precisar entrar na máquina do tempo. Deixamos o estúdio literalmente encantados e fomos até o centro de Nashville onde mais surpresas nos aguardavam.  Ao lado da Bridgestone Arena,  estádio dos Titans, time de futebol americano do Tennessee, a Avenida Broadway é pequena para tantos bares e restaurantes com música ao vivo. Os estilos são variados, mas o que predomina mesmo é o country. Passamos por 3 ou 4 deles , o som é de primeira, boa música e boa comida. Os cantores são simpáticos e costumam fazer brincadeiras com os forasteiros, às vezes vemos até turistas dividindo o palco com a banda. Nashville é assim, descontraída e musical, uma cidade agradável e com muita história para contar.

   

   

   

   

    

Depois do mergulho no estilo do campo, estamos na estrada em direção a Menphis, terra da lenda do rock, Elvis Presley. Não é difícil imaginar que logo na entrada, na Elvis Presley Boulevard, praticamente tudo que se vê leva o nome do seu morador mais ilustre. São lojas, bares, hotéis e até uma rádio que só toca músicas do ídolo. O repertório de nomes passa pelas músicas, álbuns, frases, qualquer sílaba te remete ao rock star. Fomos direto a Graceland, onde está à mansão e mais um monte de atrativos. Até os aviões utilizados por Elvis estão no pátio de Graceland.  Se você perguntar onde ficamos, a resposta é quase óbvia, no Graceland RV e Campground, praticamente no quintal da mansão ou talvez podíamos estar no Heartbreakers Hotel, estão todos na mesma área. A estrutura é boa para receber os visitantes, é só escolher qual lugar mais te agrada. Em nosso motorhome ficamos bem instalados e apenas alguns passos da entrada do complexo, com direito a estacionamento gratuito por estarmos no camping. Permanecemos praticamente o dia todo viajando no universo de Elvis e posso dizer que depois de conhecer sua história, passamos a admirá-lo ainda mais.

   

       

   

       

A visita à mansão é surpreendente, é possível ver como era a vida do astro, as roupas que usava, instrumentos, móveis, utensílios pessoais, tudo exatamente como ele vivia. Nas paredes de uma das salas, cópia de vários cheques que Elvis pagava, anonimamente, contas de hospitais, remédios, cirurgias de pessoas que não tinham condições, um lado solidário do artista que poucas pessoas conhecem. O tour completo pela casa dura cerca de 2 horas, mas vale cada minuto, mesmo sem ser seu fã número um.

   

   

Depois de Graceland, circulamos por Menphis, que está um pouco distante dali, uma cidade tranquila, nem parece que é a maior do estado. Belas praças e um bonde ainda corta o centro, misturando com os carros modernos na rua. Almoçamos na Beale Street, a rua mais conhecida de Menphis, mas o que impera aqui é o envolvente blues.  A rua foi criada em 1841 pelo empreendedor Robertson Toop, e inicialmente foi utilizada como local de negociação de produtos vindo pelo rio Mississippi. Em 1960, músicos negros viajantes passaram a se apresentar nas calçadas e posteriormente em bares, transformando a rua em palco do “blues”.

   

   

     

     

Atualmente as apresentações rolam em todos os restaurantes com performances admiráveis dos artistas locais e de outros estados. O rei do blues B.B. King já se apresentou várias vezes nesta rua e há um club com seu nome na esquina. Continuamos pela calçada e nos deparamos com uma senhora de sorriso fácil, é “Miss Zeno” arrebanhando espectadores para seu show. Escutamos um pouco, sua voz grave deixa o blues ainda mais envolvente.   Almoçamos num destes restaurantes, ouvindo um bom e velho blues, assim a digestão foi tranquila para voltarmos à estrada, desta vez rumo a capital americana, Washington DC.  Para finalizar, fica aqui nossa dica deste roteiro sonoro, se você é amante da música country, dos primeiros acordes do rock e do blues, pelo menos uma vez na vida visite Nashville e Menphis. As memórias tocadas no tom do passado estarão mais presentes do que nunca, bem em frente aos seus olhos e ouvidos. Aproveite cada minuto desta fascinante experiência musical  !

Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Category : Diário de Bordo

6 Comentários → “Nashville e Menphis, da essência da Country Music à lenda do Rock’n Roll.”


  1. jose henrique / zulu

    7 Anos ago

    good songs … wonderfull place…sweet home ….lynyrd skynyrd

    Comentar

  2. david estrela

    7 Anos ago

    caros companheiros,
    em primeiro lugar os nossos parabéns pelo agradável site que criaram.
    eu e a minha mulher também temos uma autocaravana e fazemos longas viagens, sendo que a última ligámos lisboa ao vietnam , por todo o sul e sudeste asiático durante 9 meses ; presentemente estamos a dar um passeio de 4 meses pela europa e estamos em helsinki, a caminho dos países bálticos , daí para bielorússia+polónia+ucrânia e regresso acasa em agosto.
    pensamos um dia fazer essa mesma viagem que vocês estão a realizar ,não no próximo ano pois aí pensamos ligar lisboa-tokyo atravessando toda a rússia…..
    temos desde há alguns anos um site que poderão visitar : http://www.estrelasnarotadaseda.com e o nome deve-se ao facto de já termos feito…..a rota da seda por autocaravana !
    descobrimos por acaso o vosso site e seguramente vamos continuar a acompanhar a vossa aprazível viagem.
    um abraço
    david+marilia

    Comentar

    • Eduardo Issa

      7 Anos ago

      Caríssimos David e Marília
      Ficamos felizes em encontrar pessoas como você que descobrem nosso site por acaso e acabam gostando da nossa aventura pelas Américas.
      Temos tido muitas visitas de caravanistas de Portugal, e sempre conversamos com alguns por e-mail.
      Pelo visto você também é um grande aventureiro com viagens belíssimas pela Europa e Ásia, bem mais viajado que a gente.
      Nós sonhamos um dia em embarcar nosso motorhome num navio e conhecer melhor a Europa.
      Já estive na região dos países escandinávios mas fui de trem, isto foi em 1989, uma bela viagem.
      Agora estamos no Canadá, já completamos 35 dias viajando por aqui, o país é muito tranquilo e agradável para se viajar de motorhome.
      Hoje chegamos em Niagara Falls e amanhã seguiremos para os Estados Unidos novamente e depois cruzaremos o país em direção ao Alaska.
      Não tem sobrado muito tempo para atualizarmos nosso site, e poucos lugares tem conexão livre de internet, por isso nosso site está muito atrasado mas aos poucos vamos colocando em dia.
      Vou entrar no vosso site para conhecer e depois escrevo.
      Um grande abraço a você e a Marília e boa viagem por aí.
      Eduardo e Letícia

      Comentar

  3. vinicius andré veber

    7 Anos ago

    Desde o começo acompanho a trajetória de vocês de viagem. Gosto e muito de estar na estrada. Agora convenhamos, os EUA é uma maravilha pra tudo o que você quiser fazer. Tem segurança, tem estrada maravilhosas, as coisas são bonitas, limpas e organizadas. Viajamos eu e meu irmão pelo Brasil em 2009 rodando 18.000 km com foco em todo o litoral brasileiro de Torres-RS a São Luiz-MA, brincadeira, da até medo umas coisas que passamos e relembramos hoje. Sou de Santa Catarina e hoje moro em João Pessoa. Em setembro vou para oeste americano, Los Angeles, San Diego e a maioria dos dias em Las Vegas. Essa região que vocês foram de Nashville e Menphis só tinha ouvido falar sem muitas fotos e dicas. Valeu pelas informações. Continuem com mais informações dos americanos que eu adoro ok.

    Abração a vocês e continuem essa maravilhosa viagem !!!!

    Comentar

  4. Nelson Filho

    7 Anos ago

    Bom dia Eduardo e Leticia. Acabei de entrar no site de vcs e pude ver as diversas fotos e relatos feitos. Que bela aventura esta…!!! PARABENS À VCS…

    Quero acrescentar que vcs cruzaram com dois amigos meus que estão indo para o Alasca de motocicleta. São eles o Homero que mora em Fort Lauderdale e o Gildo que mora no Rio de Janeiro.

    Boa viagem à vcs.

    Comentar

  5. Marcelo Marmita

    7 Anos ago

    OLa Comandante estou firme e forte no visita virtual boa viagem por ai

    Comentar

Comentar

About Us

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Praesent aliquam, justo convallis luctus

Read More

Connect

If you like to stay updated with all our latest news please enter your e-mail address here